Meme: Como eu leio

Eu vi esse meme em um blog, mas o link não está mais ativo. Eu gostei muito das perguntas e achei ótimo ir pensando sobre meus hábitos de leitura.

large (3)

A aquisição:

1. Sempre compra seus livros, ou tem algum anjo da guarda? Se tiver, quem são eles normalmente?

Raramente compro livros. Eu tenho um anjo da guarda chamado César! Meu pai sempre dizia que jamais iria economizar dinheiro com livros. Acho que é por isso que tenho um milhão deles ainda não lidos. Ah.. e meu marido também me presenteia com livros, pois sabe que é um presente impossível de não gostar.

2. Gasta quanto (em média) por mês em livros? Já estourou cartão de crédito com livros?

Gasto em média 50 reais. Não sou tão compulsiva assim.

3. Consegue livros emprestados com frequência? Se sim, quem te empresta, normalmente.

Eu não gosto pegar livros emprestados, assim como não gosto de emprestar. Mas leio os livros do meu pai, e minha cunhada me emprestou um.

O deleite:

1. Lê em média quantos livros por mês?

Um apenas. Pois infelizmente não tenho muito tempo para me dedicar a leitura como gostaria.

2. Lê quantas páginas por dia?

Depende do dia. Normalmente umas 50.

3. Consegue abandonar o livro no meio da leitura?

Se o livro estiver extremamente chato, sim.

O local do crime:

1. Consegue ler em local movimentado (ônibus, fila de banco)?

Sim. É, na verdade, onde eu mais leio.

2. Prefere ler na mesa, sofá, no chão ou na cama?

Na cama, mas qualquer lugar é lugar.

3. Qual a hora preferida do dia para ler?

Noite.

Os impedimentos:

1. É solteiro? Se não, seu namorado, noivo, marido te dá espaço para ler?

Não. Me incentiva, inclusive.

2. Lê no trabalho? Se sim, qual o emprego dá essa dádiva de ler em horário de serviço?

Sim. Eu trabalho sozinha no meu andar, então quando já fiz todo o trabalho do dia, tiro um tempinho para ler.

3. Já deixou de sair com a galera para ler aqueles capítulos irresistíveis?

Não que eu me lembre.

As insanidades:

1. Já sonhou ou teve pesadelos vivendo a história do livro? Qual foi o livro?

Sim. “Guerra dos Tronos” foi o que eu mais sonhava.

2. Qual a maior loucura que já fez, ou que faria, para conseguir um livro?

Não fiz loucuras. Mas já fiquei vigiando o site da Saraiva para ter frete grátis e meu pai comprar livros para nós.

3. Já chorou por terminar um livro? Foi de felicidade ou tristeza? Qual foi o livro?

Já chorei sim. “Meu Pé de Laranja Lima”, e foi de alegria, pois a história é linda. E “Um Amor Para Recordar”, e foi de tristeza.

Gostei do meme. Não indicarei ninguém, mas se quiser fazer, fique a vontade!

E pra quem quiser me seguir no skoob, clique aqui.

Desafio 52 semanas: Semana 1

Eu já tinha visto em vários blogs esse desafio de 52 semanas, mas de autorretratos. E hoje eu vi no blog da Poly uma lista com 52 perguntas para responder a cada semana. Achei bem melhor, pois sei que será mais difícil ter um autorretrato toda semana.

Regra: “Citar 5 respostas a cada uma das 52 perguntas, respondendo a uma pergunta por semana, em forma de Top 5”.

A lista das semanas:

Semana 1: Coisas que me fazem ficar feliz
Semana 2: Eu nunca…
Semana 3: Coisas pra se fazer no calor:
Semana 4: Minhas citações preferidas são: (trechos de livros, de músicas, frases de autores, etc)
Semana 5: Fazem parte da minha wishlist:
Semana 6: Os super poderes que eu gostaria de ter se fosse um super heroi seriam:
Semana 7: Eu sempre…
Semana 8: Os melhores filmes infantis que já assisti foram:
Semana 9: Pessoas que eu gostaria de conhecer / ter conhecido:
Semana 10: Minhas comidas preferidas são:
Semana 11: Meus brinquedos preferidos na infância eram:
Semana 12: Coisas pra se fazer no frio:
Semana 13: Fico sem graça quando…
Semana 14: Meus sites preferidos na internet:
Semana 15: O que há de pior no mundo virtual?
Semana 16: Isso, pra mim, não é diversão:
Semana 17: Personagens cuja vida eu gostaria de viver por um dia: (filmes, livros, seriados, etc)
Semana 18: Sinto saudades…
Semana 19: Meus seriados preferidos:
Semana 20: Fico de mau humor quando…
Semana 21: Meus piores defeitos:
Semana 22: Na minha geladeira, tem que ter:
Semana 23: Coisas que me incomodam no mundo contemporâneo:
Semana 24: Casais preferidos (filmes, seriados, livros, etc)
Semana 25: Tenho aflição de…
Semana 26: Se eu pudesse trocar de profissão, eu seria…
Semana 27: Coisas legais pra se fazer nas férias:
Semana 28: Minhas maiores “neuras” e manias são:
Semana 29: Filmes que me falam ao coração:
Semana 30: Fico impaciente com pessoas que…
Semana 31: Quando não tenho nada pra fazer, gosto de…
Semana 32: Ainda quero aprender:
Semana 33: Tenho medo de…
Semana 34: Livros que eu acho que todo mundo deveria ler:
Semana 35: Minhas piores compras foram:
Semana 36: Morro de preguiça de…
Semana 37: O que, de melhor, o mundo virtual te trouxe/traz?
Semana 38: Desculpe, mas eu acho brega:
Semana 39: Minhas melhores qualidades:
Semana 40: Meus “cheiros” preferidos são:
Semana 41: As coisas mais difíceis num relacionamento amoroso são:
Semana 42: Quer acertar no meu presente? Então me dê…
Semana 43: Músicas que eu não canso de ouvir:
Semana 44: Meus vilões preferidos são:
Semana 45: Lembra a minha adolescência:
Semana 46: Parece que todo mundo sabe _______________, menos eu:
Semana 47: Quando estou apaixonado(a) eu…
Semana 48: Nunca tive coragem de…
Semana 49: Lugares no mundo que eu gostaria de conhecer:
Semana 50: Pessoas que eu admiro:
Semana 51: Coisas que me marcaram neste ano que está acabando:
Semana 52: No ano que vem eu quero:

 Bom, eu irei responder a pergunta todo domingo, para não ficar confusa nas semanas. E quem não tiver fazendo o desafio, deixe suas respostas nos comentários!

Semana 1: Coisas que me fazem ficar feliz

1. Estar com a família

DSC06073

2. Passar um tempo com meu amor

540890_10150996054810762_1743366771_n

3. Estar com a Miley

20131102_182636

4. Cozinhar e a receita sair melhor que o esperado

DSC05870_

5. Ler livros

livros

Alguém mais vai fazer o desafio? E quais são as cinco coisas que te fazem feliz?

Livro: A Guerra dos Tronos

Ganhei toda a coleção “As Crônicas de Gelo e Fogo” no Natal, mas comecei a ler o primeiro livro apenas em março. A coleção escrita por George R. R. Martin é uma  fantasia épica que começou a ser escrita para ser uma trilogia, mas já possui cinco volumes publicados, com mais dois planejados! Tive o interesse de ler os livros por causa da série que faz muito sucesso, mesmo sem ter assistido, sempre escuto vários elogios a respeito. Os livros já foram traduzidos para vários idiomas e o autor já vendeu mais de 15 milhões de exemplares.

2013-05-22 11.53

A Guerra dos Tronos é um livro super bem escrito, que já me prendeu desde o início. Acho que fazer uma resenha é uma questão bem difícil, pois como o livro é grande, ocorrem vários acontecimentos e não quero dar uma de spoiler.

2013-05-22 11.54

Vou pensar em três questões principais da história.

1. A guerra entre várias famílias que querem ter o controle dos Sete Reinos.

2. A existência de criaturas sobrenaturais, chamadas de os Outros, que moram acima da muralha de gelo ao Norte.

3. A ambição de Daenerys Targaryen, pela reivindicação do trono que um dia foi ocupado pelo seu pai, mas que foi assassinado em outra guerra.

2013-05-22 11.57

Meu personagem favorito: Jon Stark.

Bem, o livro é muito cativante e eu só não virava a noite lendo porque tinha que trabalhar cedo no outro dia. Estou ansiosa para ler os próximos.

No site da Super Interessante tem um teste sobre qual casa de Westeros você pertenceria. O meu resultado: Tully! (Os Tully não se rendem facilmente, mesmo nas piores circunstâncias. O povo de Correrrio costuma proteger a honra da família com muito orgulho e persistência. Porém, essas características podem se manifestar de maneiras diferentes de um Tully para o outro – o que pode gerar desavenças dentro da família. Se você pertence à casa da truta saltante das Terras Fluviais, certamente é uma pessoa teimosa e feroz, que não sente medo de nadar contra a correnteza do rio. )

2013-05-22 11.58

Beijos e me adicionem no Skoob.

Nova parceria: Editora Andross

Bom dia! Nada melhor que notícia boa na manhã de sexta-feira!

Ontem, o blog fechou a parceria com a Editora Andross e eu estou super feliz!

Logo Andross meio simplificado

Sobre a editora: Em agosto de 2004, a Andross Editora nasceu no campus da Universidade Cruzeiro do Sul, em São Paulo, para abrir espaço no mercado editorial aos alunos que não tinham condições de publicar seus primeiros textos. Iniciou as atividades com obras acadêmicas, mas cresceu e se mantém no mercado graças a um modelo de negócio diferenciado: a publicação de antologias.

Preparação das antologias: As coletâneas são temáticas e reúnem textos inéditos de autores em início de carreira, além de contar com a participação de escritores veteranos e, muitos deles, premiados. O material é recebido pelo website e enviado para os organizadores para análise. Estes, então, leem a obra e avaliam a possibilidade de publicação. Caso haja algum ajuste a ser feito, o autor recebe a orientação para isso. A próxima etapa é atribuir um número ISBN e enviar o arquivo para a Câmara Brasileira do Livro para a geração da ficha catalográfica. Finalmente o arquivo está pronto para ser impresso.

Lançamento do livro: Os lançamentos dos livros da Andross se tornaram verdadeiros eventos culturais. São realizadas atividades diversas, como mesas-redondas com especialistas e leituras dramáticas de contos. Depois disso, finalmente dá-se início ao lançamento do livro. Em meio a vinhos e refrigerantes, os autores fazem dedicatórias aos convidados em um clima de confraternização e descontração.

Eu estou ansiosa para ler o primeiro livro da editora e vir contar pra vocês! E já garanto que teremos ótimos sorteios.

Beijos e tenham uma ótima sexta feira!

Coleção: “O Fim do Mundo”

A coleção “O Fim do Mundo” é composta de cinco livros de ficção baseados no livro do Apocalipse da Bíblia, que sempre foi motivo de curiosidade, temor, fé ou esperança.

DSC05497DSC05498

DSC05501

No primeiro volume, “O Despertar da Escuridão”, tem-se um planeta com as nações divididas entre várias etnias, religiões e vertentes políticas. Tudo beira o caos por conta das diferenças absurdas que nasceram entre os povos. No entanto, tal situação é completamente propícia aos inimigos de Deus, que dela se aproveitam para se fortalecer e iniciar os primeiros movimentos que darão início à maior batalha que se tem noticia revelada no Apocalipse desde o começo dos tempos.

DSC05512

No segundo volume, “A Profecia Verdadeira”, o caos econômico e social se instala em todas as nações a partir da incompreensível queda das bolsas de valores, que inicia um desastroso efeito cascata na economia mundial. Ao mesmo tempo o anticristo mostra a sua face para a humanidade. O mais assustador, porém, é que ninguém desconfia de nada e todos o recebem, erroneamente, como um homem de Deus.

DSC05516

No terceiro volume, “O Mergulho no Abismo”, as hostes do mal se levantam , instituindo a Federaççao Mundial e a Igreja Mundial, mas o verdadeiro objetivo dessas ações é colocar o mundo e a humanidade sob controle dos espíritos infernais, abandonando Deus para sempre. O Anticristo e o Falso Profeta surgem nesse cenário como aqueles que trarão de volta o equilíbrio, mas a verdade é completamente oposta e os dias de sombra começam a existir.

DSC05521

No quarto volume “As Armas do Anticristo”, as mentiras e falsas promessas das falanges malignas contaminam o mundo de tal forma que, aqueles que ainda se mantêm fieis a Deus precisam se esconder a qualquer custo pois os demônios são astutos e sabem ler nos olhos de cada um a quem realmente desejam servir. Mas, apesar do mal, o povo de Israel se reúne, fortalecendo a luz que começa a nascer no horizonte.

DSC05526

No quinto livro, “O Juizo Final”, as forças hostis que governam o mundo submissas a Satanás ameaçam se desentender entre si, levadas pela vaidade, orgulho e ira. Em contrapartida, anjos e arcanjos, sob a égide divina, reforçam suas armas pois sabem que o maior batalha entre o Bem e o Mal vai começar.

DSC05504Eu gostei muito de todos os livros. Apenas achei algumas partes um pouco confusas no início do primeiro livro, mas depois fui entendendo o sentido. Também achei o final sem graça e logo que terminei tive que ir na bíblia para saber mais. Talvez essa era a intenção.

Quem quiser, sinta-se à vontade de me adicionar no Skoob. Beijos

Minha paixão por José de Alencar

Sim, eu sou apaixonada por alguém que morreu em 1877, com 48 anos. Isso começou quando eu tinha 16 anos e li o livro “5 Minutos”, que se trata de uma linda história de amor que me fez chorar, se tornando o segundo melhor livro que já li. Perdendo apenas para “Meu Pé de Laranja Lima”.

Semana passada, eu li o livro “A Viuvinha” e gostei bastante. É mais uma história de amor, mas relatada de um jeito diferente. Se você ainda não leu e quer ler, pule o próximo parágrafo, porque eu tive que contar a história.

Parágrafo spoiler: A história começa com um casal apaixonadíssimo chamado Carolina e Jorge. O romance dos dois era lindo e puro. Então Jorge descobriu por seu ex-tutor, o Sr. Almeida, que havia perdido tudo, que estava falido. O pai de Jorge havia deixado uma grande fortuna a ele, mas quando Jorge completou seus 18 anos começou a gastar sem guardar e investir nada, e foram exatamente 3 anos para Jorge gastar tudo. Ele ficou desesperado e  resolveu que iria lutar e conseguir juntar dinheiro assim como seu pai. Não contou nada para sua futura esposa e casou-se com ela no dia seguinte, mas no meio da noite Jorge fugiu deixando assim uma carta para Carolina. Ele passa a trabalhar como comerciante, e mudou seu nome para Carlos e só após 5 anos ele volta, pois conseguiu se estabelecer novamente. A melhor parte é quando ele começa a mandar cartas para Carolina, diariamente, mas sem nada escrito, apenas uma rosa dentro do envelope. Depois de muito tempo recebendo as cartas, ela começa a se apaixonar por esse “amante”. Quando eles se encontrar ela diz que ainda ama seu marido e ele conta que é Jorge. E eles ficam juntos novamente.

José de Alencar usa em seus livros linguagens lindas e bem formais, o que deixa-os mais encantadores ainda. Mas não tem nada de chato como os autores que estudamos em literatura no ensino médio.

Essa semana eu li “Encarnação” e não achei ele tão bom quantos os outros dois, porque é um pouco confuso. E não tem nada de espiritismo, como muita gente achou ao me ver lendo. Mas ainda quero ler todos seus livros.